inteligência emocional

10 CARACTERÍSTICAS DE UMA ALTA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL QUE AS PESSOAS FELIZES POSSUEM (a #2 é imprescindível)

As pessoas mais inteligentes são mais felizes e bem-sucedidas do que as menos inteligentes.

Você já ouviu isso alguma vez?

Pois essa afirmação é falsa. É um mito.

Estudos demonstraram que pessoas com maior quociente de inteligência não são mais felizes do que o resto.

O que é um grande alívio para mim: achava que nunca poderia ser feliz… 🙂

Seria mais correto afirmar que as pessoas com maior inteligência emocional são mais felizes e bem-sucedidas do que aquelas que têm menor inteligência emocional.

Então, isso significa, que aquele cara que tirava boas notas na sua escola pode não ser tão feliz quanto você nesse momento.

Por que, Agustin? Você não o conhece, ele tirava notas muito boas! Deve ser presidente de alguma empresa!

Eu te explico para você entender.

Enquanto o quociente de inteligência é uma forma de medir a habilidade de uma pessoa para aprender, entender e utilizar informações e habilidades de forma útil e individual.

O quociente emocional, que mede a inteligência emocional de uma pessoa, mostra a habilidade dessa pessoa para reconhecer emoções nela e nas outras pessoas com o objetivo de se dar bem em grupo, entre outras características dignas de super-heróis!

Então o cara que tirava notas altas na sua escola tinha um elevado quociente de inteligência, porém, se o quociente emocional dele era baixo, pode ser que ele não seja tão bem sucedido quanto você acha.

Ele, na verdade, precisa de saber lidar com as emoções dele para ser realmente feliz.

Pense-o, com certeza você conhece alguma mente brilhante estagnada num emprego sem futuro. Pode haver muitos fatores que influam nisso, mas é a inteligência emocional o que tem mais relevância.

inteligência emocional
Daniel Goleman. Divulgador do termo “inteligência emocional”. O seu livro “Inteligência Emocional” não tem desperdiço.

Há pouquíssimo tempo o que se relevava em uma entrevista de emprego era o quociente de inteligência dos candidatos, avaliado a partir de questões de raciocínio lógico, espacial e de matemática.

O psicólogo norte americano Daniel Goleman (na foto) mudou esse panorama com o lançamento de seu best-seller “Inteligência Emocional”, no qual apresenta para o mundo o valor de se saber lidar consigo mesmo e com o próximo, não só para trabalhar bem, mas também para viver melhor.

Agora que você sabe que o que você precisa fazer para ter sucesso na sua vida é desenvolver a sua inteligência emocional, então deveria se fazer a seguinte pergunta:

– Quais são essas características da Inteligência Emocional que realmente fazem a diferença para ter sucesso e ser feliz?

Conheça as 10 principais características que apontam uma alta inteligência emocional comum às pessoas mais felizes.

Veja a lista abaixo para descobrir se você possui alguma dessas características, ou se pode aos pouquinhos aprimorá-las.

CARACTERÍSTICA #1: SABEM DESCREVER SUAS EMOÇÕES


inteligência emocional

Muita gente define o que está sentindo através de expressões rasas, como “me sinto mal”, “me sinto bem”, “me sinto triste” ou “me sinto feliz”.

Se analisarmos esses retornos notaremos que eles são insatisfatórios, porque ajudam muito pouco na identificação de emoções, pois são expressões muito generalistas.

Aqueles que conseguem dar um nome exato ao que sentem normalmente tem uma inteligência emocional bem mais elevada.

“Me sinto inquieto e preocupado. Provavelmente devido à briga dessa manhã com minha namorada”.

Se quiser saber mais sobre emoções e o seu controle, não deixe de baixar o eBook:

VOCÊ ESTÁ GOSTANDO DESSE ARTIGO?

Coloque seu email abaixo para receber gratuitamente conteúdo atualizado, além do ebook: "Compreenda-Se, O Guia Rápido Para o Auto-Conhecimento"

CARACTERÍSTICA #2: CONHECEM AS SUAS FRAQUEZAS E DEBILIDADES


inteligência emocional

Para David Goleman um dos maiores indícios de uma alta inteligência emocional é a capacidade dos indivíduos de reconhecer aquelas características que o tornam mais vulneráveis, mais fracos.

Assim é mais fácil impedir que esses fatores sejam prejudiciais ao decorrer da sua vida.

Essas pessoas evitam se queixar das suas fraquezas e, ao contrário, elas tentam melhorar até eliminá-las.

Muitos as utilizam como fonte de motivação e inspiração, que nem eu fiz com a minha timidez nesse artigo: Como Perder a Timidez: A Inspiradora História de Um Tímido.

CARACTERÍSTICA #3: SÃO ÓTIMOS JUÍZES


inteligência emocional

Um bom sinal tanto de inteligência emocional quanto de inteligência interpessoal, é ter habilidade para avaliar aquilo que motiva os outros, suas intenções e sentimentos.

Quem detém essas capacidades tem mais facilidade na hora de avaliar as situações ao seu redor e de se posicionar.

CARACTERÍSTICA #4: NÃO SE OFENDEM COM FACILIDADE


inteligência emocional

De acordo com David Goleman aqueles que estão seguros sobre quem são e sobre o que querem dificilmente se ofendem quando recebem críticas alheias, por mais maldosas que elas sejam.

Agressões e “brincadeiras” são tranquilamente ignoradas por quem é confiante, porque a pessoa no fundo sabe que o que pensam ao seu respeito em nada muda o seu caminho.

Dominam o controle dos impulsos e têm uma autoestima muito elevada.

CARACTERÍSTICA #5: ENTENDER A IMPORTÂNCIA DE DIZER “NÃO”


inteligência emocional

A inteligência emocional e a inteligência interpessoal de um indivíduo muitas vezes se mostram quando ele consegue dizer “não” no momento certo, sem crise, sem rodeio.

O motivo disso está relacionado ao fato de que com o “não” você deixa claro para os outros que, ao contrário do que possam pensar, há sim um limite. E que ele não deve ser ultrapassado, pelo bem das relações que estão sendo cultivadas.

Confira: 7 Coisas Sobre Comunicação Assertiva Que Você Deveria Saber Para Não Parecer Um Idiota Durante Uma Conversa (E uma #8 Superdica!)

CARACTERÍSTICA #6: CONSEGUEM SE PERDOAR


Perdoe-se para ser livre verdadeiramente e assim alcançar a felicidade merecida – Monicka Christi

David Goleman afirma que essa é uma característica básica de inteligência emocional, já que é fundamental não se martirizar demais pelos erros, mas também não se pode esquecê-los.

No primeiro caso você acaba ansioso e tímido diante de novas oportunidades, mas no segundo você pode acabar repetindo suas falhas de novo e de novo.

Se, entretanto, você é capaz de compreender que se equivocou e se redime desse engano o crescimento e a evolução se tornam muito mais acessíveis.

CARACTERÍSTICA #7: EVITAM CULTIVAR RANCOR


inteligência emocional

Quanto mais mágoa cultivada, mais estresse, mais tristeza e mais problemas na sua vida, porque tudo isso pode simplesmente te deixar doente.

Além de ser uma concentração enorme de energias negativas que só machucam, que só destroem.

Aqueles que conseguem se perdoar, costumam não ser tão rigorosos com os demais, o que é um grande sinal de inteligência interpessoal e inteligência emocional.

CARACTERÍSTICA #8: PRIORIZAM A GENEROSIDADE E O ALTRUÍSMO


As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos – Clarice Lispector

Quem pensa no próximo normalmente tem mais facilidade para construir relações mais sólidas, em que podem confiar e contar com os outros sempre que precisarem.

Analisando assim fica fácil entender porque quem é mais generoso com quem está ao seu redor tem mais inteligência emocional que a maior parte das pessoas “comuns”.

Confira: As 12 Dicas Definitivas Para Ser Feliz (a #11 é a melhor)

CARACTERÍSTICA #9: NEUTRALIZA PESSOAS POTENCIALMENTE “TÓXICAS”


inteligência emocional

Quem tem uma inteligência emocional e uma inteligência interpessoal bem alta não se deixa contaminar pelos sentimentos negativos, típicos de pessoas mais difíceis.

Aquelas que costumam ver o copo sempre meio vazio, sabe?

Além disso, para David Goleman os dotados de um Q.E. admirável respeitam o espaço e o ponto de vista de quem sempre acha que tudo está ruim e errado, mas não se desestruturam pela negatividade intrínseca dessa gente.

CARACTERÍSTICA #10: APRENDEM A NÃO BUSCAR A PERFEIÇÃO


inteligência emocional

Ter uma inteligência emocional elevada significa primordialmente compreender algo que a maioria de nós leva tempo demais para absorver: perfeição é um ideal que não existe, então nem deve ser considerado.

Para pessoas com Q.E. alto o importante é fazer o seu melhor continuamente, e o que tiver que ser, será.

O passado não é um fardo, o futuro é cheio de planos e o presente é uma oportunidade recorrente de fazê-los acontecer, de tornar os sonhos uma verdade, uma realidade de fato!

Forte abraço,
Agustin D. Parrondo

inteligência emocional


JUNTE-SE A MILHARES DE LEITORES INTELIGENTES E RECEBA ATUALIZAÇÕES, ARTIGOS E DICAS IMPERDÍVEIS PARA TURBINAR O SEU CRESCIMENTO (é grátis)!

Além disso, você poderá baixar o eBook de Incentivo de Vida, completamente GRÁTIS. Coloque seu email abaixo para receber. Compreenda-se!

Agustin D. Parrondo

Agustin D. Parrondo

Fundador de Incentivo de Vida e psicólogo. O seu principal objetivo é ajudar pessoas para elas poderem disfrutar de uma vida repleta de saúde e sucessos.
Agustin D. Parrondo

Últimos posts por Agustin D. Parrondo (exibir todos)