comunicação assertiva

7 COISAS SOBRE COMUNICAÇÃO ASSERTIVA QUE VOCÊ DEVERIA SABER PARA NÃO PARECER UM IDIOTA DURANTE UMA CONVERSA

Dependendo de como você falar, você pode parecer um idiota numa conversa, e acredite em mim quando digo que isso deveria ser muito importante para você.

Por quê?

No trabalho, em casa ou, seja onde for, a pessoa cuja fala não tenha uma série de características vai ser menos relevânte para os seus interlocutores.

Isso significa que a conversa provavelmente não será levada em conta.

E mesmo que você pense em ser um líder comunicativo renomeado ou simplesmente um pai/mãe respeitado pelos seus filhos, conhecer algumas coisas sobre comunicação assertiva que serão de grande ajuda no seu dia a dia.

O que é isso de assertividade?

É possível que você não saiba o que é comunicação assertiva de fato, ou ainda o que é assertividade, portanto vou explicar para você de um jeito rápido e simples:

Assertividade é a capacidade de informar outras pessoas com segurança e firmeza, sem permitir que dúvidas e falhas persistam nessa comunicação.

Entendido? Ótimo.

Sendo assim, para que haja uma comunicação assertiva real é necessário que o emissor seja absolutamente claro, permitindo ao receptor a perfeita compreensão da mensagem transmitida.

E, Agustín, a comunicação assertiva é realmente importante?

 A revista The New York Times, que é referência mundial em informação, garante que 89% dos empregadores consideram a capacidade de se comunicar bem um diferencial para se contratar e manter profissionais.

Acho essa uma boa razão, além disso tem mais.

Isso no âmbito profissional. Já no âmbito pessoal, no seu lar e entre os seus amigos, uma boa comunicação assertiva pode ser também de grande ajuda.

A partir disso, vou te mostrar as 7 principais chaves para ter total domínio sobre a arte da boa comunicação.

DICA #1: SEJA SEMPRE DIRETO


comunicação assertiva

O ser humano de modo geral costuma ter a mania de fazer rodeios quando está falando com o outro.

Em nível de comunicação assertiva isso é péssimo, visto que uma enorme quantidade de palavras por minuto não convence realmente, se os argumentos presentes são pouco consistentes, ou até mesmo nulos.

Se você deseja ser assertivo é necessário ser direto quando for se comunicar, expondo logo o que pretende dizer, sem enrolar ou demorar demais.

Só tome cuidado para não acabar soando agressivo para o seu receptor, como se você quisesse impor a sua opinião a qualquer custo, pois isso o afastará da sua mensagem e, consequentemente, do seu objetivo.

Há uma história que exemplifica bem a postura que você deve tomar na hora de se expressar:

Quando Alexandre Magno, rei da Macedônia, estava invadindo a Grécia, ao cercar a cidade de Esparta, enviou uma carta com as seguintes palavras aos habitantes:

“Se não se renderem imediatamente, invadirei as vossas terras. Se os meus exércitos as invadirem, irão pilhar e queimar tudo o que vocês mais prezam. Se eu marchar sobre a Lacônia, arrasarei as vossas cidades.”

A resposta dos Espartanos veio dias depois. Quando Alexandre abriu a carta, ele ficou surpreendido.

Estava escrito: “Se”.

Seja direto e breve (ou lacônico).

Uma boa comunicação é importante, mas tem uma outra característica que predomina sobre o resto: a característica vencedora dos empreendedores de sucesso.

Não perca isso: 7 Características Dos Empreendedores De Sucesso Que Fazem A Diferença.

DICA #2: ESTEJA CERTO SOBRE O QUE VAI DIZER


comunicação assertiva

No nosso dia a dia encontramos muitas pessoas que acham demais, mas tem certeza de menos.

Isso é resultado do desconhecimento total ou parcial do tema que se deseja abordar, fato que sempre fragiliza profundamente o discurso emitido.

Não dá para fazer uma comunicação assertiva sem compreender completamente o que se quer passar ao outro.

Quando se tem esse domínio é muito mais fácil encontrar exemplos do que a sua mensagem quer dizer nas experiências vividas e conhecidas, fator que sempre dá muita credibilidade ao que está sendo dito.

fale do que realmente conhece ou sabe.

DICA #3: SEJA ATENTO AO OUTRO


comunicação assertiva

Comunicação assertiva não se trata apenas de emitir com clareza a mensagem, mas também deixar que o seu receptor a receba e assim troque com você.

É possível que o outro discorde de você, mas isso faz parte do processo de se comunicar e é necessária a construção do diálogo.

Portanto permita que ela conclua seu raciocínio e rebata seus argumentos, com tranquilidade e contundência.

Uma fala tranquila e pausada vai ter maior eficácia que qualquer amostra de raiva ou ansiedade.

VOCÊ ESTÁ GOSTANDO DESSE ARTIGO?

Coloque seu email abaixo para receber gratuitamente conteúdo atualizado, além do ebook: "Compreenda-Se, O Guia Rápido Para o Auto-Conhecimento"

DICA #4: CERTIFIQUE-SE DE QUE O RECEPTOR CONSEGUE TE ENTENDER


comunicação assertiva

Muitas vezes não nos damos conta de que o nosso interlocutor não está conseguindo acompanhar a nossa linha de raciocínio adequadamente, o que sempre prejudica muito a captação da mensagem emitida.

É necessário nesses casos usar da empatia.

Coloque-se no lugar do receptor, tentando imaginar se você compreenderia o que está sendo dito, caso estivesse no seu lugar.

Se você percebe que a pessoa não está entendendo o que você está falando, pergunte pra ela:

  • Você entendeu?
  • Não entendeu alguma coisa?

Às vezes as pessoas preferem não te interromper, mesmo que não estejam entendendo, sobretudo nos primeiros relacionamentos.

Desse modo fica bem mais fácil fazer-se entender, ponto fundamental para uma comunicação assertiva de qualidade.

Confira: 10 Características De Uma Alta Inteligência Emocional Que As Pessoas Felizes Possuem (A #2 É Imprescindível)

DICA #5: TORNE A SUA LINGUAGEM MAIS FUNCIONAL


comunicação assertiva

O uso de termos exageradamente rebuscados, de gírias e de abreviaturas, é recorrente entre aqueles que desejam adotar uma comunicação assertiva, mas que encontram obstáculos no processo como a adequação da linguagem.

E, no final das contas, esses termos mais confundem do que esclarecem.

A fala e a escrita devem ser expostas de uma forma que passem com clareza a mensagem, de maneira simples e direta, sem apelar para meios que tirem a seriedade do discurso.

Tente sempre estar bem atento a isso!

DICA #6: EMITA A SUA MENSAGEM COM BOM HUMOR


comunicação assertiva

Ainda não existem estudos que comprovem essa tese, mas é inegável que pessoas bem-humoradas costumam se dar bem quando o assunto é comunicação assertiva.

A razão disso é simples: o bom humor costuma nos tornar mais carismáticos e simpáticos, o que sempre toma a atenção dos receptores, mantendo-a por mais tempo.

É preciso, entretanto, tomar alguns cuidados aqui.

Não vale exagerar na graça, porque isso pode afetar a credibilidade e seriedade do seu discurso.

Além disso, essa técnica vale para a maioria dos interlocutores, mas não para todos, tão pouco em todos os ambientes, então se lembre que o mais importante ainda é “saber dançar conforme a música”.

Descubra: As 9 Habilidades Profissionais Imprescindíveis Para Ter Sucesso (A #8 É Top).

DICA #7: UTILIZE A EMOÇÃO COMO UMA ALIADA


comunicação assertiva

Não é raro encontrarmos pessoas que acabam sendo tomadas pela emoção enquanto tentam se comunicar, mas isso não costuma ser positivo, muito pelo contrário.

Ela deve antes de tudo ser sua aliada, não inimiga da comunicação assertiva que você se propõe a fazer.

O segredo aqui é mostrar empolgação e entusiasmo com a sua fala, de modo que o seu receptor perceba que você acredita nas suas palavras.

Isso fará com que ele abrace com mais facilidade a sua mensagem e a adote para si sem grandes dificuldades!

SUPERDICA EXTRA: APRENDA A DIZER “NÃO”


comunicação assertiva

Para algumas pessoas essa é uma tarefa impossível. Tanto que a palavra “não” nem se encontra no seu vocabulário.

Essas pessoas se sentem muito inconfortáveis falando “não” para os outros, mais ainda se for para amigos e familiares.

Aprender a dizer não é fundamental para uma boa comunicação assertiva, pois uma negação mal elaborada pode ofender o nosso interlocutor.

Pelo outro lado, uma negação com as características adequadas pode inclusive te trazer benefícios.

Situações nas que um “não” pode ser adequado:

  • Quando te oferecem comida, no caso de você não ter fome ou porque está fazendo uma dieta.

  • Quando algum familiar ou amigo pede para você lhe fazer um favor sendo que você está ocupado não poderá ajudá-lo.

  • Quando alguém quer marcar um dia para ir ao cinema mas você prefere ficar em casa esse dia.

  • Quando um colega te interrompe no meio do trabalho enquanto você está acabando uma tarefa.

  • Um não a tempo é tremendamente eficaz contra pessoas que costumam a abusar da amabilidade dos outros.

Características que uma resposta negativa deve ter:

  • Vai depender muito da situação e da pessoa a qual estamos negando algo, teremos que levar em conta tanto a nossa relação com essa pessoa quanto a nossa posição social ou laboral em relação a ela.
    Não vamos a utilizar o mesmo tom e o mesmo tipo de negação com o nosso chefe e com o nosso melhor amigo.

  • Deveremos verificar as circunstâncias que acompanham a proposta do nosso interlocutor.
    Será que ele tem outra opção? Às vezes pessoas pedem coisas porque somos sua última alternativa, elas odeiam nos atrapalhar, porém precisam de nós nesse momento.
    Nesses casos o “sim” é mais adequado, mas se não for possível aceitar, então a resposta negativa deve ser MUITO bem elaborada.

  • Importante tentar imaginar as consequências desse “não”, assim como as possíveis respostas ante as mesmas.

  • Um não deve ser direto, porém não brusco (fica de olho aberto nisso!), com suavidade e seguido de uma desculpa coerente e razoável, que exponha o motivo pelo qual estamos fazendo uso dessa palavra horrível.

Exemplo de elaboração da resposta negativa:

Agustin, você tem como me levar ao shopping daqui a 30 minutos?Irene, irmã do Agustin.

Com familiares e amigos acontece que, devido ao alto grau de confiança, eles pedem para você fazer coisas sem levar em conta o que você está fazendo e o que tem planejado para fazer – os meus familiares pelo menos.

Processo mental

  • Pessoa: Irmã do Agustín
  • Posição em relação a ela: Irmão
  • Circunstâncias: Ela não pode ir ao shopping e precisa de um chofer daqui a 30 minutos.
  • Verificação das circunstâncias:
    • Ela tem carro, porque não pega o carro dela? Ela diz que não quer gastar mais gasolina.
    • 30 minutos! Porque não avisou ontem? Eu teria me programado.
    • É a primeira vez que acontece? Não, com outras razões, mas ela já pediu outras vezes.
  • Consequências do não. Sem a desculpa: raiva, briga. Com a desculpa: entendimento, compreensão. Nada demais.

Elaborando a resposta negativa:

Irene (falar o nome da pessoa suaviza a resposta negativa), não vou poder te levar no shopping (direto e com suavidade), primeiro porque estou ocupado escrevendo um artigo em Incentivo de Vida e depois tenho que fazer outras coisas que já tinha me programado. Me avise com antecipação na próxima vez.

E segundo porque eu também estou economizando o meu combustível, está caro demais! (uma brincadeira para descontrair não é ruim nesse momento).”

CONCLUSÃO


Se você quer se dar bem numa conversa e deseja dominar a arte da comunicação assertiva, siga então essas dicas:

  1. Seja direto, vá ao ponto.
  2. Só fale do que realmente conhece.
  3. Seja atento ao que o outro está falando. Respeite quando o outro está falando.
  4. Certifique-se de que o receptor entendeu.
  5. Utilize uma linguagem funcional, simples.
  6. Faça uso do bom humor.
  7. Coloque no seu diálogo a dose certa de emoção.
  8. Aprenda a dizer “não”.

Agustin D. Parrondo
Forte abraço,

Compartilhe5


JUNTE-SE A MILHARES DE LEITORES INTELIGENTES E RECEBA ATUALIZAÇÕES, ARTIGOS E DICAS IMPERDÍVEIS PARA TURBINAR O SEU CRESCIMENTO (é grátis)!

Além disso, você poderá baixar o eBook de Incentivo de Vida, completamente GRÁTIS. Coloque seu email abaixo para receber. Compreenda-se!

Agustin D. Parrondo

Agustin D. Parrondo

Fundador de Incentivo de Vida e psicólogo. O seu principal objetivo é ajudar pessoas para elas poderem disfrutar de uma vida repleta de saúde e sucessos.
Agustin D. Parrondo

Últimos posts por Agustin D. Parrondo (exibir todos)